9 de setembro de 2018 Para barbeiros Nenhum comentário

A profissão  barbeira está crescendo, e cada vez mais mulheres estão aderindo a esse modelo de negócio.

Com esse Boom das barbearias modernas no Brasil, havia uma resistência na entrada das mulheres barbeiras no mercado das barbearias. Ao longo do tempo, elas foram mostrando sua capacidade e conquistaram seu lugar. Ainda há algumas barbearias que optam pelo modelo de negócio de proibirem a entrada de mulheres, mas a maioria está apostando na profissão barbeira. Afinal, não há como negar: as mulheres entendem de estética há séculos. Elas chegaram nas barbearias com tudo e vieram pra ficar.

Está pensando em se tornar barbeira ou quer saber mais sobre a profissão? Continue a leitura e veja como elas revolucionaram o mercado!

Mulheres no comando das barbearias

Barbearias comandadas por mulheres já estão surgindo em todo o país. A gente vê vários exemplos por ai, e elas estão fazendo a cabeça dos clientes, que recebem um tratamento diferenciado e serviços exclusivos. Já pensou em tomar uma cervejinha ou um cappuccino enquanto espera a sua vez de dar um trato no visual? Pois lá, isso é possível!
Ao contrário do que alguns podem pensar, as barbeiras estão conquistando cada vez mais clientes, e a demanda por esse tipo de trabalho só aumenta. Consequentemente, os cursos e especializações voltados para essa profissão têm sido bastante procurados pelas mulheres.

Mulheres barbeiras? Super normal

Ainda existe bastante preconceito quando o assunto são as mulheres no comando das tesouras e navalhas. Mesmo que exista, por parte de alguns, a preferência pela suavidade e leveza das mãos femininas no corte, no geral, os homens ainda não estão habituados com essa tendência.
Rodrigo, que há dois anos faz a barba e corta o cabelo com uma barbeira no centro de Curitiba, diz que no começo se sentiu meio inseguro. No entanto, parando para analisar, é uma prestação de serviço que exige técnica e competência e, se existir esses elementos, não importa se é homem ou mulher.
Segundo o cliente, ainda existe o diferencial característico da mulher em qualquer profissão, que é ser sempre atenciosa e prestativa.
Camila, que é Barbeira em uma pequena cidade do Rio Grande do Sul, sente na pele as dificuldades de cada primeiro contato, mesmo que o cliente chegue por meio de indicações de amigos: “Sempre causa estranheza por parte dos homens. É um tabu! Onde já se viu uma mulher trabalhando num ambiente que já foi exclusividade do público masculino?”, conta a profissional.

Dicas para se destacar na profissão de barbeira

É preciso saber que esse é um ramo em constante transformação, mas com características peculiares. Para que você possa se dar bem nessa profissão e lucrar mais com os seus serviços, há 5 dicas que você pode seguir:

1. Personalize o atendimento

Personalizar o atendimento vai muito além de olhar para a barba e saber como cuidar dela. Que tal oferecer um café quentinho para os dias de inverno ou um suco saboroso para períodos mais quentes?
Produtos exclusivos e brindes personalizados também farão com que a sua barbearia seja sempre lembrada. Além disso, o ambiente deve deixar os clientes à vontade: não há necessidade de ter uma sala de espera chique, mas ela precisa ser agradável e aconchegante.

2. Mantenha-se atualizada

O mundo da estética se atualiza diariamente, e a barba não é uma exceção. Por isso, faça novos cursos e procure escolas especializadas e atualizadas com as novas tendências.   Alguns clientes ou pessoas vão testar seu conhecimento pelo fato de ser mulher barbeira, então esteja sempre a frente e mostre que  você também é merecedora do seu lugar na barbearia.

Por mais distante que a sua cidade seja dos grandes centros, em um mundo cada vez mais globalizado, é natural que os cortes da moda cheguem até o seu cliente. Portanto, não se atualizar significa perder clientes para a concorrência.


3. Diversifique os serviços

Além da barba, é importante se profissionalizar em cortes de cabelos, ajustes da sobrancelha e depilação masculina. Esses serviços são cada vez mais procurados pelos homens, e a facilidade de obter todos em um mesmo estabelecimento certamente será um diferencial para você. E com o conhecimento que a mulher já tem na estética, dá pra ir longe nos diferenciais competitivos.

4. Invista em marketing porque isso te levará longe

O marketing é o pontapé inicial para qualquer profissão. A barbearia cresce a partir da construção de um relacionamento embasado na confiança entre profissional e cliente. Nesse contexto, utilize as redes sociais como uma extensão da sua barbearia e comunique-se diretamente com seus clientes. Não se intimide por ser mulher, ao contrário, há lugar para mulheres em qualquer profissão. Você, certamente, terá muitos admiradores pela profissional que se tornou.

5. Aposte em produtos de qualidade que seja sua cara

Outra forma de conquistar e reter clientes é utilizando produtos de qualidade. Não economize: cada barba é única e merece atenção especial com produtos específicos para cada tipo de fio.
Para se tornar uma boa barbeira profissional, o importante é pôr as mãos na massa, estudar e contar com um mix de produtos diferenciados para sua barbearia. Seja uma barbeira requisitada e deixe de lado a ideia de que esse universo é exclusivamente masculino!

6. Aposte em patrocínios que te representem

Nesse mundo tão competitivo da barbearia, há casos de barbeiras que aceitam patrocínios de marcas que tem como slogan o machismo. Se a barbeira apostar nesse tipo de patrocínio para cursos de barbeiro, ela vai estar se fechando a oportunidade de outras marcas que tenham mais a ver com ela. Além do mais, os clientes vão associar a marca a barbeira e é essencial que ela se preocupe com sua imagem pessoal. Atente-se a isso, faz parte do seu marketing pessoal. Não tenha pressa, uma hora uma marca que você admira também vai te reconhecer.

Quer aprimorar seus conhecimentos? Aproveite para conhecer as maiores tendências de barba e cabelo para este ano!

Quer saber como o marketing visual tem a ver com a sua barbearia? Assista o vídeo feito também por uma mulher que está no ramo das barbearias há 3 anos.

 

 

Escrito por Pelas Barbas