14 de novembro de 2018 Para barbeiros,Para barbudos 1 comentário

O mês de Novembro é destinado para atentar-se sobre a saúde do homem, em especial o câncer de próstata e a sua prevenção. Além disso, está sendo cada vez mais abordado outros problemas que podem afetar negativamente a vida do homem. Como não ir ao médico regularmente, não demonstrarem interesse pela própria saúde mental, etc. As campanhas do Novembro Azul servem como uma das formas de conscientizar sobre a necessidade dos homens cuidarem da sua saúde. Saiba mais sobre a origem do Novembro Azul e como ele funciona no nosso artigo!


Origem e “Movember”

Nos países que falam a língua inglesa, o nome para essa campanha é Movember, a mistura de Moustache e November, que significam “Bigode ” e “Novembro” em inglês.

A história contada é que tudo começou em 2003 em um Pub australiano, onde um grupo de amigos se desafiaram para deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro. Inicialmente era apenas uma brincadeira entre amigos, mas ao perceberem os problemas que afetam a saúde dos homens, entre eles o câncer de próstata e junto ao fato que dia o 17 de novembro é  o dia mundial de combate a esse tipo de câncer, esses amigos tornaram a “brincadeira” em algo mais nobre: Apoiar a conscientização da saúde masculina e colaborar para a arrecadação de fundos para instituições de caridade.

Com o sucesso da campanha, foi criada em 2004 o Movember Foundation Charity. A ideia era que os homens deixassem o bigode crescer, enquanto as mulheres apoiavam usando a cor azul ou bigodes falsos. Isso tudo para espalhar a importância do cuidado com a saúde masculina, com foco principal no câncer de próstata e depressão.

Mundialmente, a campanha acabou levando outros nomes em alguns lugares, como “No Shave November” (Novembro sem se barbear).

Novembro Azul no Brasil

A campanha chegou no Brasil apenas em 2014, sendo incentivada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida; em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. Aqui ela leva o nome de Novembro Azul, a ideia é que a cor azul predomine e que deixem seus bigodes e barbas crescerem, isso com o objetivo de despertar a curiosidade nos “desinformados” e fiquem curiosos sobre o motivo de tanto azul e tantas barbas surgindo e busquem mais informações sobre o Novembro Azul.

Por ser um campanha nova no país, o Novembro Azul está em fase de crescimento, mas já conta com o apoio de diversas celebridades e instituições. Por ano, vários eventos são criados para espalhar informação e arrecadar dinheiro para a causa. Todo esforço é recompensado e a campanha Novembro Azul já faz parte do calendário nacional de prevenções.

Preconceito envolvido e dados sobre esse câncer

Apesar de tantos esforços para a conscientização dos perigos do câncer de próstata, ainda há aquela parcela de homens que têm algum preconceito. Uma pesquisa foi realizada pelo Datafolha, a pedido da Sociedade Brasileira de Urologia, o Instituto Oncoguia e a Bayer, a pesquisa feita em um estádio de futebol apontou que 21% dos homens acham que o exame de toque “não é coisa de homem. E 48% dos entrevistados acreditam que o machismo é o principal motivo pelo qual os homens não fazem esse exame, já outros 12% apontam a vergonha e o constrangimento como principais impedimentos. Existem outros dados preocupantes em relação ao câncer de próstata para se atentar:

 

 

Desculpas que os homens contam

Apesar do Novembro Azul ter se popularizado por ser um mês de conscientização da prevenção do câncer de próstata, a necessidade de falar sobre a saúde do homem, no geral, vem aumentando a cada edição. No geral, os homens não procuram o médico para fazer exames periódicos. Os motivos que os homens apresentam  são vários eles falam que tem muita coisa para fazer, que sentem receio de descobrir algum problema de saúde, sentem vergonha das perguntas pessoais que o médico poderá fazer, dos exames que eles consideram constrangedores e até o frio que faz nas salas de exames. Tantas desculpas são prejudiciais para a vida do homem, já que se negar ir até um médico, pode acabar desconhecendo possíveis problemas de saúde e que podem ser fatais.

A saúde mental do homem

A saúde não se resume apenas em doenças físicas, a saúde mental dos homens também é afetada pela falta de procura de médicos ou ajuda especializada. Em uma pesquisa ” de 2015 mostrou que o Brasil é o país da América Latina com maiores casos de depressão, 5,8% da população (11,5 milhões de brasileiros e brasileiras) sofreram da doença.

A depressão é uma doença que aparece de diferentes formas nas pessoas e que pode surgir no homem que aparenta ter uma vida “perfeita” estando feliz na vida amorosa, com um ótimo emprego, carro e casa própria. Ele não teria “motivo” para se sentir triste, mas mesmo assim sente uma profunda infelicidade. São vários os fatores que podem servir de gatilho para a depressão, desde eventos traumáticos até uma sensação de vazio que nunca passa. Por isso, é importante consultar-se regularmente com um profissional da saúde mental, ele poderá entender o que o paciente está sentindo e tratar a depressão de uma maneira correta.

Como encontrar ajuda

A melhor forma de saber se está ou não com o câncer de próstata é consultando-se com um Urologista periodicamente ou um médico com frequência, seguindo o que for sugerido pelo profissional.

Além disso, para manter sua saúde mental sempre em dia é importante consultar-se com um psicólogo, engana-se quem acha que só deve buscar esse profissional quando perceber que algo não está certo, é altamente indicado que visitas ao psicólogo sejam frequentes, justamente para evitar futuros transtornos.

O ideal é que o homem tenha um cuidado especial com a própria saúde, que não tenha vergonha de falar sobre o que sente e nem de fazer exames necessários para se manter saudável sempre.

Confira mais dicas sobre saúde nos outros posts (saúde/bem estar) e nos siga nas redes sociais: instagram e facebook

Escrito por Pelas Barbas