6 dicas para organizar o financeiro na barbearia

Home » Para barbeiros » 6 dicas para organizar o financeiro na barbearia

13 de novembro de 2018 Para barbeiros Nenhum comentário

Misturar as contas do mercado, do restaurante, do cartão de crédito pessoal com as despesas da barbearia é algo recorrente nas barbearias. É preciso ter cuidado, organização é a palavra chave. Com uma gestão equilibrada e separada das finanças pessoais da sua barbearia você saberá com mais facilidade qual é o lucro real dela, os resultados de seus investimentos e terá mais praticidade em fazer projeções para o futuro. Por outro lado, com a separação das despesas pessoais, você poderá controlar melhor os seus gastos e adequá-los a sua situação atual. Muitas barbearias chegam à falência por gastarem com despesas próprias muito mais do que poderiam retirar mensalmente, ação que não garante a ela uma economia sustentável.


Abaixo reunimos as melhores dicas para te ajudar a separar e controlar melhor as finanças da barbearia:

1. Não misture o dinheiro pessoal com o dinheiro da barbearia

Todos nós sabemos disso e precisamos praticar, o gestor é engolido pela rotina da barbearia: controlar agenda, estoque, organização e quando percebe já está fazendo compras com o dinheiro o caixa. Todos os especialistas de finanças são bem claros num ponto: Não misture conta pessoal com conta empresarial.

2. Organize suas finanças

O empreendedor muito bem organizado pode até ser capaz de separar as despesas pessoais das contas da empresa utilizando uma mesma conta. Não tem problema misturar os valores, desde que se lance separado nas planilhas. Mas o ideal é ter contas correntes separadas para cada atividade, uma pessoal e outra jurídica.

3. Defina suas retiradas

Um desafio comum na barbearia é conseguir definir sua retirada. Lembre-se que você deve se considerar como funcionário e receber. Normalmente o empreendedor define a retirada conforme a necessidade da pessoa física, é ao que está o perigo. Precisa ser definido conforme a função que ele exerce. Se você fosse contratar alguém para sua função, quanto pagaria?

4. Busque ajuda de quem entende

A primeira dica é começar a fazer um controle das finanças imediatamente. Sem informações, não há como saber onde está o problema. Se você não se sente seguro para fazer sozinho, contrate um funcionário de confiança para isso ou invista em tecnologia. Você pode comprar um software de gestão de fluxo de caixa, mesmo que barato, ajuda muito a montar as planilhas necessárias. Outra opção é utilizar aplicativos em seu smartphone que possibilitam um controle eficaz de seus gastos pessoais diários. Um curso de fluxo de caixa ou finanças com certeza vai ajudar e muito nesse desafio de manter as contas em ordem.

5. Adote planos corporativos

Utilizando a pessoa jurídica da empresa você pode contratar serviços essenciais para o seu negócio com planos muito mais baratos que os disponíveis para pessoas físicas. Existem planos corporativos para celular, telefone, internet e até mesmo linhas diferenciadas de crédito para pessoa jurídica. Quando a empresa passa por dificuldades financeira, muitas vezes alguns empreendedores fazem empréstimos pessoais a juros muito mais altos dos que poderiam conseguir se fosse realizado pela pessoa jurídica. Por isso, é importante conhecer bem os serviços oferecidos pelo seu banco, para aproveitar os melhores benefícios.

6. Estabeleça reservas mensais

Com as constantes mudanças do mercado é muito importante ter sempre uma reserva financeira para a barbearia, para poder responder rápido as necessidades de seu negócio, seja com novos investimentos, aumento do capital de giro, entre outras possibilidades. Da mesma forma, é interessante ter uma reserva pessoal para usar, desde que seja com imprevistos como a necessidade de tratamentos médicos ou para tirar férias com a família sem precisar recorrer ao caixa da empresa.

E suas contas? Já estão organizadas? Esse artigo te ajudou?

 

Escrito por Pelas Barbas

Posts relacionados